H.E.R.

A cantora e compositora de R&B, H.E.R., apareceu em 2016 com H.E.R., vol. 1, um EP de material de pós-término abatido que parecia vulnerável e seguro, bem como o que se seguiu da cantora e compositora. O EP de sete faixas estreou pela gravadora RCA em setembro de 2016 com promoção limitada, mas as colegas de gravadora Alicia Keys e Bryson Tiller espalharam a notícia pelas mídias sociais, e uma capa de “Jungle” de Drake ajudou levar a faixa para a 28a posição no chart da Billboard de R&B/hip-hop. O seu lançamento seguinte, de estilo semelhante, H.E.R., vol. 2, chegou em junho de 2017 e estreou na 22a posição. Os EPs logo foram combinados e expandidos, lançados como HER, com seis cortes adicionais – incluindo “Best Part”, um hit que alcançou a 32a posição no chart de R&B /hip-hop.

Em 2018, H.E.R. e Khalid se uniram para a trilha sonora de Superfly, com “This Way”, e em agosto, seu terceiro EP foi lançado, ”I Used to Know Her: The Prelude”, que foi direto ao topo das paradas de R&B/hip-hop graças à “Could’ve Been”, um dueto com Bryson Tiller. No final do ano, ela foi indicada a cinco prêmios Grammy: Álbum do Ano e Melhor Álbum de R&B (para HER), Melhor Performance de R&B (para “Best Part”), Melhor Canção de R&B (para “Focus”) e Melhor Artista Revelação. Na cerimônia de 2019, ela levou para casa os prêmios de Melhor Álbum de R&B e Melhor Performance. Mais tarde naquele ano, ela se associou a diversos colaboradores como Chris Brown (“Come Together”), Jess Glynne (“Thursday”), Ed Sheeran (“I Don’t Want Your Money”) e YBN Cordae (“Racks”) enquanto também lançou o single “21.”. H.E.R. ganhou mais cinco indicações ao Grammy no final de 2019: Álbum do Ano (I Used To Know Her), Gravação do ano e Música do ano (por “Hard Place”) e Melhor música R&B e Melhor performance R&B (“Could’ve Been”).